NFe
Híbridos de Trigo
Híbridos de Soja
Híbridos de Milho
1 2 3

PREVISÃO DO TEMPO

Previsão do Tempo

COTAÇÕES AGRÍCOLAS

Cotações Agrícolas

REPRESENTANTES

Encontre um de nossos representantes

PARCEIROS

NOTÍCIAS

31/07/2012

SPA promove Fórum para discutir a agricultura brasileira

SPA promove Fórum para discutir a agricultura brasileira

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Mendes Ribeiro Filho, abriu o Fórum de Debates de Política Agrícola que discutiu a situação atual e as perspectivas para a agricultura brasileira. O evento reuniu técnicos do ministério, da Embrapa e da Conab, empresas vinculadas, nesta segunda-feira, 30 de julho, em Brasília. Mendes Ribeiro Filho destacou a importância do Fórum para a construção de políticas para o setor. “Estamos iniciando um trabalho que permitirá um debate mais profundo sobre o setor, de acordo com a necessidade”, disse.


O palestrante, consultor e analista de mercado André Pessoa, falou sobre as expectativas e o comportamento do mercado, especialmente com relação à produção de milho e soja. Ele fez um breve relato do comportamento do mercado americano em relação às duas culturas e os reflexos para a economia mundial e brasileira, especificamente. Durante a exposição, Pessoa chamou atenção para a forte seca que castiga os Estados Unidos, uma das piores desde 1956, e dos reflexos disso, especialmente nos preços do milho. A produção estimada do produto de 376 milhões de toneladas para essa safra foi rebaixada para 300 milhões de toneladas, podendo cair ainda mais, segundo ele.


O impacto disso no mercado brasileiro será a compra de milho pelos americanos. Com os preços elevados, o mercado se torna atraente para os produtores, pelo menos neste cenário e não está afastada a possibilidade de o Brasil se tornar grande exportador do produto, junto com a soja. “Mesmo com as exportações em alta, não teremos problema de abastecimento de milho à vista. Nosso país vive uma situação privilegiada pela elevada estocagem que dispõe do produto”, ressaltou. Na avaliação do consultor, os preços serão os vilões do mercado mundial e o Brasil terá de trabalhar estratégias de gestão para escoar os estoques, concentrados na maioria no Centro-Oeste, para as demais regiões do País, especialmente o Sul, a preços competitivos.


A situação da soja também é promissora com estimativas positivas de produção de 66,37 milhões de toneladas (t) na atual safra. No longo prazo, os prognósticos também são bons com projeções de produção de 120 milhões de toneladas em 2021/22 para a soja e 100 milhões de t para o milho. Para chegar a esses patamares, no entanto, Pessoa chamou atenção para a necessidade de trabalho conjunto entre governo e iniciativa privada. “Precisaremos trabalhar muito para chegar nesses níveis. O conjunto do agronegócio terá um grande desafio pela frente”, disse.


O Fórum foi uma iniciativa da Secretaria de Política Agrícola (SPA) do ministério e até o final deste ano ocorrerão outros dois encontros, em setembro e novembro. Segundo o secretário da SPA, Caio Rocha, são voltados à área técnica que é quem constrói as políticas agrícolas brasileiras.


Fonte: Ministério da Agricultura.

Forum
Cerealista Faxinal