NFe
Híbridos de Trigo
Híbridos de Soja
Híbridos de Milho
1 2 3

PREVISÃO DO TEMPO

Previsão do Tempo

COTAÇÕES AGRÍCOLAS

Cotações Agrícolas

REPRESENTANTES

Encontre um de nossos representantes

PARCEIROS

NOTÍCIAS

20/08/2012

Roberto Rodrigues fala sobre as perspectivas para o agronegócio

Roberto Rodrigues fala sobre as perspectivas para o agronegócio

Dentro da nova organização e funcionamento do Comitê Assessor Externo (CAE) a Embrapa Instrumentação (São Carlos -SP) realiza, na sexta-feira (17), a primeira reunião com os novos membros. A programação consta de palestra sobre o novo agronegócio, a ser realizada pelo ex-ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e atual coordenador do Centro de Agronegócios da Fundação Getúlio Vargas, Roberto Rodrigues.


O ex-ministro, membro do CAE, vai traçar um panorama do agronegócio brasileiro, apresentar as oportunidades e as perspectivas de cenário para o desenvolvimento de instrumentação para o setor. A discussão também integra o processo de revisão do Plano Diretor da Embrapa Instrumentação para os próximos 4 anos.


Mudanças


O comitê Assessor Externo é um órgão consultivo, de atuação junto às Unidades Descentralizadas da Embrapa, constituído com a finalidade de assessorar no processo de monitoramento do ambiente externo, particularmente, quanto ao acompanhamento e análise de tendências no cenário de Ciência, Tecnologia e Inovação que sejam relevantes ao planejamento e à programação da Unidade.


A partir de agora, o presidente do CAE passa a ser um dos membros - eleito pelo grupo - e não mais um diretor da Embrapa, como ocorria anteriormente. O secretário-executivo neste novo formato é o chefe adjunto de Transferência de Tecnologia, cargo que na Embrapa Instrumentação é ocupado pelo jornalista Edilson Fragalle.


Além de Roberto Rorigues, são membros do CAE: o empresário e presidente da Câmara Setorial de Máquinas e Implementos Agrícolas da Abimaq, Celso Luis Casale; o coordenador do Núcleo de Inovação da Fundação Dom Cabral, Carlos Alberto Arruda de Oliveira; o presidente do Instituto Inova, José Octavio Armani Paschoal; o chefe-geral da Embrapa Informática Agropecuária, Kleber Xavier Sampaio de Souza; o coordenador da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), Orlando Melo de Castro; a chefe-geral da Embrapa Agroindústria de Alimentos, Regina Celi Araújo Lago; a presidente da Associação Brasileira de Proteção de Cultivares de Flores e Plantas Ornamentais (ABPCFlor), Sílvia Regina P. Sartorelli Van Rooijen e o diretor-presidente da Fundação Parque de Alta Tecnologia de S. Carlos (ParqTec), Sylvio Goulart Rosa Junior.


Os membros do CAE têm mandato de três anos, podendo ser reconduzidos por período equivalente, uma única vez. Eles devem ter reconhecida competência e liderança em sua área de atuação, experiência relacionada com a finalidade e atribuições do Comitê e, preferencialmente, serem familiarizados com a missão e área de atuação do Centro de Pesquisa.


Fonte: Embrapa.

Agronegociio
Cerealista Faxinal