NFe
Híbridos de Trigo
Híbridos de Soja
Híbridos de Milho
1 2 3

PREVISÃO DO TEMPO

Previsão do Tempo

COTAÇÕES AGRÍCOLAS

Cotações Agrícolas

REPRESENTANTES

Encontre um de nossos representantes

PARCEIROS

NOTÍCIAS

30/11/2018

Instabilidades retornaram para a região Sul do Brasil nas últimas horas

Instabilidades retornaram para a região Sul do Brasil nas últimas horas e chuvas podem ocorrer nos três estados. No entanto, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), o Paraná terá condição mais severa, com alerta de tempestades durante esta sexta-feira (30).

Em praticamente todo o estado paranaense e parte de Santa Catarina, as chuvas durante o dia ficam entre 30 e 60 milímetros por hora ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos (60-100 Km/h), e queda de granizo. Há risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e de alagamentos.

Aviso para as áreas: Planalto Norte Catarinense, Metropolitana De Curitiba, Vale Do Itajai, Central Paranaense, Litoral Paranaense, Norte Paranaense, Oeste Paranaense, Sudoeste Paranaense, Sul Paranaense, Litoral Norte Catarinense

Produtores de todo o país estão atentos com as condições do tempo. A ferrugem asiática chegou mais cedo. A situação mais grave, até este momento, é no estado do Paraná. Uma condição mais seca nos últimos dias favoreceu possíveis trabalhos de manejo, mas agora as chuvas retornam.

Um sistema de baixa pressão no Rio Grande do Sul favorece as instabilidades sobre o Sul do país, mas também há previsão de chuvas ao longo do dia em áreas do Sudeste e Centro-Oeste. De acordo com previsões mais estendidas, as chuvas devem seguir nos próximos dias.

“Dezembro tende a começar com mais instabilidade e pancadas de chuva sobre o Sul. Só a partir de domingo (2), as nuvens de chuva começam a perder força”, noticiou a Climatempo. Instabilidades aparecem na maio parte da faixa central do Brasil pelo menos até o início da próxima semana.

e acordo com dados do Inmet, diversas cidades da faixa Centro-Norte do Brasil tiveram altos acumulados ontem (29). Os cinco maiores foram registrados em Altamira (PA): 101,8 mm, Cacoal (RO): 91,8 mm, São Felix do Araguaia (MT): 91,4 mm, Barra do Corda (MA): 82,7 mm e Cuiabá (MT): 81,0 mm.

De acordo com modelos estendidos do centro de previsão da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA, na sigla em inglês), nos Estados Unidos, quase toda a faixa Centro-Norte terá altos volumes entre 30 de novembro e 16 de dezembro. Menores volumes caem sobre o Sul do país a partir do dia 08 de dezembro.

Noticias Agricolas

Cerealista Faxinal